Casal apaixonado deitado
Família

Como restabelecer o relacionamento com o marido

Frequentemente, as mulheres casadas pensam em como melhorar o relacionamento com o amado marido. Uma crise em um par pode ocorrer tanto no início quanto após anos de vida juntos. Devido ao fato de as pessoas não encontrarem uma linguagem comum, as famílias se separam. Mas se o casal trabalhasse no relacionamento, eles entenderiam que nem tudo é tão desesperador quanto parece. E haveria menos divórcios.

Razões para relacionamentos frios no casamento

Os psicólogos dizem que existem várias razões principais pelas quais as relações entre os cônjuges se tornam mais frias ao longo dos anos. Apaixonar-se dá lugar ao hábito, marido e mulher começam a ver claramente as deficiências um do outro.

Para restaurar a harmonia no relacionamento, observe os motivos de sua perda:

  1. O desejo de mudar um ente querido. Conectamos a vida a uma pessoa e entendemos que ela não é a mesma que gostaríamos. Hábitos irritantes, comportamento ou traços de personalidade. Mas mudar alguém sem o desejo da própria pessoa é impossível, de modo que a insatisfação com a situação se acumula e se degenera em um escândalo.
  2. Subestimando um parceiro. Muitas vezes, um dos cônjuges acredita que ele dá uma contribuição mais tangível ao relacionamento do que o parceiro e, em troca, recebe uma quantia insignificante. O resultado de tais pensamentos é ressentimento e uma sensação de irritação.
  3. O desejo de controlar. Muitas vezes, as esposas lêem a correspondência do marido e vice-versa. É muito difícil superar a necessidade de controlar a vida de outra pessoa. A razão para isso é baixa auto-estima e desconfiança, e as consequências são sigilo e reivindicações mútuas.
  4. Esperando um bebê. Infelizmente, nem todos os casais nesse período estão indo bem. As mulheres ficam irritadas, referem-se a problemas de saúde e muitas vezes experimentam fadiga. Os maridos nem sempre estão prontos para apoiá-los nessa situação. Como resultado, a paixão e a ternura desaparecem do relacionamento, o sexo se torna raro e isso remove os cônjuges.
  5. A aparência do bebê. Com o nascimento de um bebê, o modo de vida usual na família muda. Os cônjuges não dormem o suficiente, o bebê dá muitos problemas. A esposa dedica quase todo o tempo ao bebê, e seu marido se ofende com esse estado de coisas. É triste, mas a maioria das famílias termina precisamente neste período difícil. Nem todos os homens encontram forças para ficar com sua amada mulher e criança.
  6. Problemas no trabalho. Dificuldades na esfera profissional freqüentemente afetam a família. Se os cônjuges não se apoiam, começam a se afastar.
  7. Dificuldades com finanças. Muitos homens e mulheres em casamento se repreendem por dificuldades materiais. Essas acusações, em regra, não levam a nada construtivo.
  8. Traição. Quando um dos cônjuges muda, torna-se um motivo sério para romper o relacionamento. Se isso aconteceu uma vez, o relacionamento ainda pode ser melhorado. Mas quando o traidor não se arrepende e continua a agir de forma inadequada, simplesmente não há razão para manter tal relacionamento. O casamento está terminando.

Às vezes, é difícil entender como estabelecer um relacionamento em ruínas com um marido amado à beira da crise. Muitas vezes, após um conflito, é difícil recuperar sentimentos anteriores. Mas, se ambos os parceiros dão um passo em direção ao outro, é possível restaurar o amor. Além disso, trabalhar juntos em relacionamentos é muito mais interessante.

Faça como eu quiser

Muitas vezes, no início da vida familiar, uma garota tem certeza de que é capaz de mudar de parceiro. Se os parentes falam sobre as deficiências de seu amante, ela garante que não há nada errado com isso, porque ela pode consertar tudo. Mas, com amor, esse relacionamento tem pouco em comum, uma vez que uma pessoa amorosa aceita o outro completamente, até seus desvantagens.

É interessante que, entre os 5 e os 7 anos, uma pessoa tenha quase completamente formado caráter. No futuro, você pode mudar um pouco o comportamento, mas a essência da pessoa permanece a mesma. Alterar um parceiro requer esforços independentes e sinceros, e é quase impossível influenciar esse processo de fora. Uma esposa não pode forçar o marido a mudar, assim como ele.

Não vá, eu mesmo

Muitas vezes, uma mulher vive com a sensação de que seu marido não é um homem independente, mas uma criança que precisa ser constantemente monitorada, guiada. Essa é uma causa comum de tragédias familiares. Estamos tentando direcionar uma pessoa para o verdadeiro caminho, organizar um trabalho, não permitir que crianças (possam cair), controlar custos. Essa custódia é frequentemente subestimada. Maridos, cansados ​​dela, se viram e vão embora.

Se não for para você

Homens e mulheres tendem a olhar com inveja para os outros, e agradecer pelo que já temos é geralmente muito difícil. Por exemplo, meninas casadas gostariam de dançar em boates, as mães reclamam que estão cansadas de passar tempo com seus filhos. Em todos os problemas, tendemos a culpar o marido.

Freqüentemente, as mulheres dizem que, sem conectar suas vidas com o marido, não teriam que desistir de suas carreiras, ficar em casa em vez de viajar pelo mundo e sofrendo de problemas financeiros.

Mas você pode desenvolver e viajar com sua família. Hoje não é um problema passar por ensino a distância. De vez em quando, é útil sair de casa, conversar com pessoas, participar de festas. Infelizmente, muitos escolhem o caminho das acusações e censuras, porque é mais fácil criticar e apresentar desculpas do que mudar vidas e trabalhar consigo mesmo.

Passei os melhores anos em você

Muitas vezes, por parte dos cônjuges, existe uma atitude prejudicial à família e ao casamento. Eles se vêem no papel da vítima, que não recebeu nada em troca de sua juventude perdida. Por via de regra, especificamente o que exatamente uma pessoa dá nesse casamento não é levado em consideração. Também não está claro que tipo de gratidão ele conta.

Esse comportamento é transmitido de geração em geração, é muito difícil se afastar. Existem poucos exemplos em que um casal supera as dificuldades cotidianas. As meninas não sabem como estabelecer relações com os maridos e sofrem por isso.

O que fazer se a vida apreender o amor

Muitas vezes, as relações conjugais tornam-se entediantes devido à monotonia. Mas você pode derramar regularmente um novo fluxo neles e começar apenas com você mesmo. As esposas devem se lembrar de como são atraentes e femininas. Eles devem cuidar de si regularmente e vestir-se com mais frequência.

Relações com um cônjuge não podem ser deixadas sem surpresas regulares, paquera, namoro. Se tudo isso for feito, o sentimento esquecido de se apaixonar voltará à tona. Também é uma boa opção tentar inovações na esfera sexual. Fora de complexos e dúvidas! Não leve sua vida íntima muito a sério, porque você precisa dela por prazer.

Como estabelecer relações familiares após brigas

A briga mais insignificante leva a queixas e desencoraja o desejo de se comunicar. Mas se você quiser resolver desentendimentos na família, vá um para o outro. Normalize as relações com seu cônjuge apenas em um ambiente descontraído.

Fale com ele sem birras, censuras, gritos. Mostre que você está inclinado a se comunicar de maneira positiva. Consulte seu cônjuge com mais frequência sobre vários assuntos. Compartilhe preocupações e expresse pensamentos mais especificamente. Isso vai gradualmente aproximar você.

Como salvar um casamento

As estatísticas do divórcio mostram que os casais geralmente são incapazes de manter relacionamentos e decidir sobre o divórcio. Qualquer que seja o motivo, algumas medidas estão sendo tomadas para entender se você precisa permanecer junto.

Se você analisar as causas das brigas, poderá evitar erros no futuro. No entanto, quando a decisão de sair é tomada, é provável que o relacionamento a seguir seja mais consciente e feliz.

Ambos os cônjuges devem pensar em como estabelecer relações familiares com o marido ou a mulher à beira do divórcio.

Antes de tomar uma ação, vale a pena considerar se você precisa desse casamento, se precisa lutar por ele ou se pode apenas terminar em paz.

Após a traição do marido

Nem toda mulher está pronta para perdoar a infidelidade, mas se você estiver determinado a manter o casamento, terá que descobrir as razões da infidelidade do marido. Preste atenção em como o cônjuge se comporta após a revelação da traição. Se ele se arrepende, pede perdão e diz que seu amante não significa nada para ele, então ouça. Talvez a causa de sua traição tenha sido uma crise de meia-idade ou intoxicação excessiva. Você pode tentar não provocar seu cônjuge em abuso de álcool no futuro e tornar-se mais sensível aos problemas dele.

Se o cônjuge diz que não precisa de perdão e o acusa de traição, entenda que esta é uma reação defensiva. Nesse caso, as viagens à esquerda serão repetidas em protesto ou simplesmente por maldade. Decida se você está pronto para tolerar esse comportamento e feche os olhos para a comunicação da escolhida com outras mulheres. Caso contrário, é melhor sair.

Quando o marido tentar levar uma vida dupla, leve-o a uma conversa franca. Descubra com quem ele quer ficar e entenda se consegue fechar os olhos para o que aconteceu. Se você quiser salvar a família, não ameace, mas dê o direito de escolher.

Após a traição de sua esposa

As mulheres costumam trair maridos. Mas eles geralmente se arrependem e tentam salvar o casamento. É verdade que restaurar a confiança do cônjuge é muito difícil. Se uma mulher trapaceou por não ter atenção e estar preocupada com isso, não há necessidade de admitir má conduta. Será muito difícil para um homem esquecer sua infidelidade. Representantes do sexo forte também estão experimentando uma traição aguda.

Quando o marido descobrir a traição, explique por que você decidiu essa etapa. Diga ao escolhido que você o considera uma pessoa magnânima e conte com compreensão e perdão. Se um marido lhe é mais querido do que um amante, não o engane mais, pois isso destruirá o casamento. Mas quando o cônjuge percebe que ama outro, é melhor se divorciar e encontrar a felicidade em um novo relacionamento.

O que é importante entender e fazer

Assim, você analisou as causas dos conflitos na família e está determinado a entender como pode melhorar as relações com seu marido após uma grande briga. Alcançar esse objetivo é real, mas, para isso, entenda algumas regras.

O marido não pode ler sua mente

Às vezes, os maridos nem sequer entendem qual é a essência das reivindicações femininas. O cônjuge pode ficar ofendido por vários dias, mas ele nem presta atenção. Se algo não combina com você, você pode contar diretamente ao seu parceiro, mas apenas sem gritar e reclamar, mas sorrindo e olhando nos olhos.

Dê tempo ao seu marido para si mesmo

Você não deve exigir que seu marido passe todo o seu tempo livre com você. Os homens às vezes exigem privacidade. Tendo reunido seus pensamentos, o cônjuge se acalmará e estará mais atento ao escolhido.

Enquanto o marido é deixado por conta própria, pense nos seus hobbies. Lembre-se, você sempre quis começar a dançar, ler um livro interessante e encontrar amigos? Agora é a hora.

Saiba quando calar a boca

Os homens não gostam de ser interrompidos. Às vezes, é melhor ouvir um homem e agir como ele quer, porque ele é o chefe da família. A menos que você ache que ele não terá uma família.

Não critique seu ente querido com parentes, amigos, conhecidos. Isso afeta dolorosamente o orgulho e leva o casal a se separar. Mesmo que você tenha uma reclamação com seu marido, expresse-o pessoalmente e em um tom calmo.

Aprenda a perdoar seus erros

Pessoas ideais não existem. Se você deseja sinceramente melhorar as relações com seu marido, precisará compreendê-lo e perdoá-lo por seus erros e mal-entendidos. Quando você tratar seu cônjuge com compreensão, verá reciprocidade da parte dele.

Lembre-se de que, lembrando-se constantemente do cônjuge de seus erros, você não o incentiva a melhorar. Em vez disso, você o distancia de você e destrói a família.

Não se apresse em tirar conclusões

Muitas vezes, as mulheres ficam decepcionadas com o companheiro e pensam que é melhor interromper as relações. Não vale a pena correr para tomar uma decisão. Não é o fato de que o próximo casamento será melhor. Talvez não seja de todo.

Lembre-se por que você se apaixonou por essa pessoa. Certamente esses recursos estão nele agora. Sua simpatia, gentileza e participação o ajudarão a se tornar a melhor versão de si mesmo.

Não exija soluções imediatas

Se o casamento estiver à beira da destruição, não transfira toda a responsabilidade pelo relacionamento para o cônjuge. Não apresse-o com a decisão. Existe a possibilidade de ele querer deixar a família para onde for mais fácil. Então ele se arrependerá, mas o relacionamento será destruído. Dê a si e ao seu cônjuge tempo para se acalmar e entender como viver.

Não negue a realidade

Se um casal tiver problemas, não tente fugir deles ou calar a boca. É melhor enfrentar as dificuldades e decidir lidar com elas. Pense em como será bom se você superar todas as diferenças.

Às vezes, os problemas apenas fortalecem o casamento; portanto, você não deve ter medo deles. Se você quer entender como construir relacionamentos na família, lembre-se de por que estão juntos, quão forte é o seu amor. Perceba que você não se importa com obstáculos se superá-los juntos.

Fontes:

Psych Central.com
Psychology Today
Very Well Mind
Helpguide

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *