Mulher insatisfeita com o marido
Família

Como salvar meu casamento ?

Metade do casamento falha e termina, independentemente do número de anos vividos juntos. Apesar disso, existem casais que sabem ao certo como evitar o divórcio em momentos difíceis da vida, permanecendo verdadeiros parceiros um do outro. Mas, para começar, vale a pena descobrir por que a situação ficou fora de controle, se o divórcio é necessário e se é provável que mantenha uma aliança.

Razões para o divórcio

Antes de tentar manter um relacionamento, pense por que o casamento deixou de agradar os parceiros. Afinal, existem maneiras de esquecer o que é um divórcio e até opções de como evitá-lo, mas se a raiz não for erradicada, a situação se repetirá. Durante um tribunal de divórcio, as causas a seguir são as mais comuns:

  1. A traição de um dos cônjuges não é apenas recente, mas também aconteceu dois ou três anos atrás. O iniciador do divórcio geralmente é um homem que não está pronto para perdoar sua esposa por infidelidade. As mulheres só recorrerão à justiça se a traição tiver acontecido repetidamente ou mutuamente.
  2. Falta de confiança em um casal – sentimentos que surgiram com base em ações anteriores, insultos mútuos ou unilaterais. Muitas vezes, um motivo semelhante é chamado de garotas significativas. Os homens usam o argumento como uma mudança concomitante no relacionamento depois de estabelecer o fato da infidelidade do cônjuge.
  3. A insatisfação sexual é a razão pela qual entre os homens é o segundo mais popular depois da traição. As mulheres costumam usar o argumento como companheiro para ofender o cônjuge, acusar de impotência masculina.
  4. Inconsistência de interesses, objetivos de vida. Por esse motivo, é mais provável que os casamentos com menos de dois anos se separem. No momento da reunião, os parceiros não se consideraram cuidadosamente e, após o casamento, perceberam que estavam buscando objetivos diferentes.

Esta lista contém os motivos mais comuns para iniciar o divórcio, no entanto, em algumas situações, os parceiros não falam abertamente sobre os motivos.

O que fazer se você não quiser divergir

O casamento é um trabalho mútuo de duas pessoas, portanto, independentemente dos motivos que levaram à questão do divórcio, um dos parceiros não está pronto para as mudanças que o acompanham e não concorda. Para salvar o casamento, fale em voz alta e abertamente na audiência.

Depois disso, o juiz suspenderá o julgamento por até três meses. Durante o tempo estabelecido, os cônjuges têm tempo para resolver o conflito e se recusam a encerrar a união. Se o conflito não tiver sido resolvido, uma data de avaliação será definida.

Dissuadir esposa

Para mudar a opinião da esposa que apresentou documentos no cartório, aja de maneira rápida e decisiva. Quatro etapas para dissuadir uma esposa do divórcio:

  1. Lembre-a do momento em que foi bom juntos. Memórias da juventude passada e namoro romântico afetarão a tenra alma feminina.
  2. Não economize em obras bonitas. Um buquê de flores, um restaurante ou um café favorito, um jantar romântico não corrigirão a situação, mas compensarão o conflito, mostrarão à esposa o desejo de mudar.
  3. Demonstração de mudanças. Mostre-se de uma maneira inesperada para mostrar que um futuro compartilhado é possível. Ações reais ajudarão, por exemplo, a deixar o álcool ou fumar por um mês, mudando de emprego para uma opção com um salário mais alto; no entanto, é importante manter essa promessa.
  4. Disposição de compromisso. Isso exigirá paciência para conversas francas em particular ou uma viagem a um psicólogo.

Depois de passar as etapas em etapas, o casal fortalecerá seus sentimentos e encontrará entendimento mútuo. No entanto, isso exigirá determinação de um homem, vontade de mudar.

Para convencer o marido

Se o iniciador do divórcio era jovem, você precisa provar a ele que sua decisão está errada. Para fazer isso, descubra o motivo pelo qual os documentos de divórcio estavam no cartório:

  1. Minha esposa parou de monitorar sua aparência. Devido ao ganho de peso após o parto e um estilo de vida em casa, as mulheres perdem a atratividade. Para restaurar o sindicato precisará mostrar-se do melhor lado. Roupas bonitas, maquiagem, estilo e roupas íntimas eróticas ajudarão a provar que uma mulher não é desesperadora.
  2. Uma mulher não presta atenção a um homem. Às vezes, a esposa assume a responsabilidade de financiar a família, cuidar dos filhos e das necessidades da casa, para que não haja tempo para romance e namoro. Um marido abandonado se sente decepcionado. Nesse caso, vale a pena ajudar a esposa, dispensando-a de uma série de deveres, a fim de descansar e passar tempo juntos. No entanto, é necessário chegar a um acordo semelhante.
  3. Traição feminina. Isso acontece em 30% das famílias. No entanto, neste caso, a restauração das relações não depende da esposa, uma vez que a decisão é tomada pelo homem. Se você pode perdoar uma má conduta, a unificação virá em breve.

Conhecendo os métodos de como evitar um divórcio com certeza, as pessoas que se amam farão coisas para impedir o colapso da união.

O divórcio é inevitável após traição

Só há uma maneira de perdoar sua amada esposa após a traição. Mas, tanto quanto possível, um homem deve decidir. No entanto, é preciso entender que, após a retomada das relações, qualquer tentativa de sugerir ou lembrar o que aconteceu é excluída.
Existem também algumas maneiras de convencer uma esposa que enviou documentos ao cartório a não se divorciar por causa da infidelidade do marido. Tranquilize sua alma gêmea de que este é um acidente que nunca mais acontecerá.

Nos dois casos, a diferença pode ser evitada se você tomar a iniciativa e agir de forma decisiva.

Como evitar o divórcio

Não há como evitar o divórcio oficial do marido ou da esposa no caso de arquivar documentos. No entanto, a audiência pode atrasar ou impedir a transferência de documentos, resolvendo o conflito sem publicidade.

Se você decidir agir, a esposa deve sentir isso. Convença a mulher de que você está pronto para mudar, fazendo o backup das palavras com ações. Ouça suas reclamações, determine a gravidade dos problemas e a sequência de ações. Tente não ser convencional, para que sua esposa entenda qual homem está perdendo.

Etapas de restauração das relações

Depois que a crise termina e a decisão de se divorciar é adiada, é necessário evitar a reincidência da situação. Para fazer isso, você precisa restaurar as relações com a esposa em etapas:

  1. Construindo entendimento mútuo. Problemas de som, preocupações. Não repita os erros apontados por sua esposa.
  2. Retorno de confiança. Tranquilize sua esposa de que a pessoa com quem ela mora merece acreditar em suas palavras. Se você fizer uma promessa, mantenha sua palavra.
  3. Melhorando o romance. Um estágio necessário quando o casal novamente sente ternura e paixão inicial um pelo outro. Para surpreender e dar prazer, você precisa de uma fantasia.
  4. Sex . Ele é necessário no casamento. Um homem precisará de menos tempo para sentir paixão por sua esposa novamente, então seja paciente. Pode ser necessário um período de abstinência.

O que fazer se a esposa entrou com uma ação

Se uma mulher toma uma decisão, o marido se pergunta como impedir a esposa atual de se divorciar.

Para fazer isso, em primeiro lugar, não perca o tempo alocado para a consideração do caso. Comece a participar ativamente, cuidar, dar flores.

Em segundo lugar, construa relacionamentos com seu filho. As crianças são os melhores aliados na luta pela preservação da família. Além disso, eles são capazes de contar com fácil espontaneidade os sentimentos internos da mãe sobre isso.

Terceiro, trabalhe com amigos e pais. Tranquilize a vizinhança de sua esposa de que a decisão de se divorciar é muito precipitada e que os problemas podem ser resolvidos.

Como se comunicar depois do que aconteceu

O princípio principal no início do processo de divórcio é manter a calma. Não perca tempo e nervos um do outro. Se o desejo de retornar a família é forte, aja. Caso contrário, deixe a situação como está.

Erros que os cônjuges cometem ao se divorciar:

  • insultos mútuos;
  • chantagem de crianças;
  • manipulação de negócios, propriedades e transportes comuns;
  • cenas públicas de ciúmes ou humilhação;
  • ignorando
  • criando a ilusão de que tudo permanece o mesmo.

Nenhuma dessas etapas levará a uma melhoria na situação, mas apenas exacerbará as consequências.

Dicas úteis de psicólogos

Para ajudar os cônjuges que decidem pedir o divórcio, surgem métodos que podem manter um relacionamento ou sobreviver facilmente a um momento difícil. O conselho de um psicólogo pode se tornar “mágico”, após sua aplicação na prática, o efeito é imediatamente visível.

Saia do tédio

Os relacionamentos familiares podem se tornar uma rotina se você não introduzir periodicamente a diversidade. Convide sua esposa para um jantar romântico em seu restaurante favorito ou em um piquenique fora da cidade. Se os dois gostam de atividades ativas, escolha uma caminhada em um parque de diversões ou passe um fim de semana rafting em um rio na montanha. É importante que o casal passe algum tempo juntos e se comunique, apesar do conflito.

Cenoura e pau

Se você concorda, o casal pode introduzir uma habilidade útil na vida cotidiana. Um método que permite recompensar por ações, mas expressar insatisfação, se necessário. A principal característica desse hábito nos relacionamentos é a falta de “espelhamento”: se a esposa não gostou que o cônjuge não lavasse o prato, ela expressa calmamente o motivo do descontentamento. Em resposta, a mulher não ouve insultos, queixas ou descontentamentos. Se o marido fez chá para dois, a esposa expressa gratidão. Soar emoções ajuda a entender um ao outro e também ensina a articular claramente as razões do seu mau humor.

Não misture casa e trabalho

Os cônjuges, voltando do trabalho, esquecem que chegaram a um lugar onde não há inimigos, para que não tenham tempo de se reajustar a um clima amistoso e calmo. Por esse motivo, agressão e queixas não expressas aos colegas “se espalham” pelos membros da família. Para evitar que isso aconteça, os psicólogos aconselham que você faça um exercício simples: em frente à porta da frente da casa, pare por 10 a 15 segundos, inspire profundamente e expire completamente. Isso ficará livre de negatividade.

A cama matrimonial é santa

Cônjuges que são casados ​​há mais de três anos, a fim de manter relações normais, concordam com um cronograma de vida sexual. Segundo as estatísticas, essa idade da família corresponde à crise. A fim de impedir a negatividade de se casar e salvar a união, o casal descobre um número aceitável de noites para as duas. Independentemente do que aconteceu no dia, o contrato é respeitado. Se a esposa achar que não está pronta, sugira um novo script ou assunto que será adicionado ao próximo evento de piquancy.

Respeito pelos pais do cônjuge

As estatísticas do divórcio dizem que em 35% dos divórcios, uma causa relacionada foi o desrespeito aos pais do parceiro. Se isso for observado no sindicato, mude a situação. Reescrever o passado não funcionará, mas começar com o presente está no poder do homem. Pare com insultos, não mencione terceiros em escândalos, mesmo que queira dizer algo ofensivo. Se possível, reconcilie-se com os pais de seu cônjuge, peça perdão.

Divisão do trabalho

Em 95% dos casais que pedem o divórcio, há uma tendência em que a esposa trabalha e realiza as tarefas domésticas. Se houver crianças, a verificação da lição também cairá sobre os ombros frágeis. Para entender como evitar o divórcio de sua esposa, ajude-a assumindo algumas das responsabilidades. Lave o chão e os utensílios, varra, descasque os legumes em uma sopa ou acompanhamento. Mesmo um pouco de apoio será agradável.

Se ambos querem manter um relacionamento

Se em um par os dois cônjuges se opuserem ao divórcio, salvar o relacionamento resultará com uma probabilidade de 99%, porque nesse caso a esposa e o marido estão prontos para se comprometer. Sente-se à mesa da negociação, discuta o que você não gosta, tome uma decisão. Às vezes, uma conversa de coração para coração é suficiente para encontrar a raiz do problema. Se você não pode fazer isso sozinho, procure um psicólogo ou sexólogo para obter ajuda.

Se um cônjuge quer um divórcio

O divórcio unilateral na Rússia é possível, mas se o segundo cônjuge for contra, o tribunal se comprometerá, dando tempo para a reconciliação. No entanto, isso deve ser relatado de forma aberta e direta. Outra circunstância importante é a criança. Se filhos comuns nascerem no casamento, o processo de divórcio durará mais tempo. Durante o tempo previsto pelas autoridades para a reconciliação, faça tudo para que ela não cometa erros.

Existem várias maneiras de evitar o divórcio, mas cada uma exigirá sinceridade, uma parcela de perseverança e determinação. Caso contrário, o término do relacionamento não poderá ser evitado.

Fontes:

Psych Central.com
Psychology Today
Very Well Mind
Helpguide

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *