casal brigado
Relacionamentos

Como se comportar após uma briga

Em cada par, mais cedo ou mais tarde, ocorre o primeiro conflito, que mostra as qualidades ocultas de ambos os parceiros. Mas uma mulher sábia sabe como se comportar após outra briga com seu amado homem, para que o conflito não se transforme na Guerra Fria. É necessário descobrir as possíveis causas dos escândalos e desenvolver táticas apropriadas de comportamento, levando em consideração as peculiaridades da psicologia masculina.

Possíveis causas de brigas

Um escândalo em uma família jovem pode surgir devido a qualquer ninharia. Mas a causa do conflito geralmente está muito mais profunda. Possíveis razões para uma briga:

  1. Parece à mulher que o homem está desatento a ela: ele não percebe uma nova manicure, penteado, vestido ou sua perda de peso. Mas esse comportamento é comum a muitos jovens. Eles podem notar qualquer ninharia relacionada ao seu carro, mas é provável que não haja pequenas alterações na imagem da mulher que amam.
  2. A vida é culpada por uma briga com um homem. Se o cônjuge faz tudo ao redor da casa e o marido não a ajuda de forma alguma, então o ressentimento se acumula gradualmente em sua alma, que se derrama no momento perfeito, poupando ninguém. O cônjuge também pode estar insatisfeito com o modo como a esposa lida com as responsabilidades domésticas ou com os métodos de criação dos filhos.
  3. Prioridades diferentes. Freqüentemente, o amor apaixonado leva a um casamento apressado. Quando os sentimentos esfriam um pouco, as pessoas percebem que o segundo semestre tem gostos, necessidades e perspectivas completamente diferentes sobre a vida e as prioridades. Nesta base, surgem mal-entendidos e conflitos.
  4. Problemas de habitação. O prolongado problema com a aquisição de moradias, a mudança frequente de apartamentos alugados, a constante falta de dinheiro levam a escândalos. Uma mulher carece de estabilidade e confiança no futuro, e um homem sofre com o fato de não poder prover adequadamente sua família.
  5. Namoradeira e ciúmes. Sem amor, carinho, satisfação sexual na família, o casal procura compensá-lo de lado, flertando com o sexo oposto. É improvável que essa situação seja adequada à segunda metade, na alma da qual surge o ciúme, o que inevitavelmente leva a brigas.

É importante extinguir escândalos que surgiram do nada a tempo. É necessário discutir a situação o mais calmamente possível e descobrir as verdadeiras razões para o mal-entendido.

Como os homens geralmente se comportam após uma discussão

Em uma situação de conflito, a verdadeira natureza de uma pessoa é manifestada. Segundo as observações dos psicólogos, o comportamento dos homens durante uma briga pode ser dividido em cinco categorias:

  1. Um homem que prefere transferir a iniciativa para as mãos de sua esposa. Ele não procura maneiras de amenizar o conflito, pensando que o problema desaparecerá sozinho ou o cônjuge encontrará de maneira independente uma saída para a situação desagradável. O comportamento do jovem mostra que, provavelmente, a mãe era a principal em sua família; portanto, em sua vida adulta, ele procura transferir esse papel para sua esposa.
  2. Um homem que gosta de resolver brigas com presentes caros. Se o marido prefere comprar a disposição de sua esposa, sem ouvir as reivindicações, ele mostra sua atitude desdenhosa com os sentimentos dela.
  3. Homens que procuram resolver desacordos no quarto conjugal. Se a compreensão não é alcançada conversando, eles tentam se dar bem com a esposa através da intimidade física.
  4. Homens que preferem traduzir o conflito crescente em uma forma divertida. É difícil ofendê-los, em qualquer situação que eles procuram encontrar um momento positivo. Em uma conversa com a esposa em tom alto, eles tentam copiar suas maneiras para que ela se olhe de lado e se suavize.
  5. Jovens confiantes que estão prontos por horas para descobrir as causas dos desentendimentos, a fim de encontrar a solução mais correta. Eles não se acalmarão até que todos os participantes da briga estejam satisfeitos.

Uma mulher, antes de desenvolver um plano de como se comportar adequadamente ao discutir com um homem ofendido, precisa determinar seu tipo de comportamento. Então as táticas trarão resultados mais agradáveis.

Como se comportar após uma briga

O desenvolvimento das relações depende em grande parte do comportamento das mulheres. Portanto, é melhor que ela saiba com antecedência como se comportar com competência depois de uma briga tempestuosa com o marido.

Liberte-se de pensamentos negativos

Nas primeiras horas após o escândalo, é recomendável se acalmar e colocar seus pensamentos em ordem. Os psicólogos recomendam iniciar um negócio que traga prazer: leia um livro atrasado, amarre um suéter, assista a um filme. Se a reconciliação for adiada, para aumentar o humor, você pode preparar uma louça complexa ou uma grande limpeza do apartamento. A realização de tarefas difíceis ajudará a se livrar do negativo.

Analise a situação após uma briga

Quando o clima voltar, você deve analisar a situação. Para entender melhor o parceiro, você pode ver a situação do ponto de vista dele. Talvez ele não estivesse tão errado como parecia no começo, e sua solução para o problema deveria ser levada em consideração. E também a garota deve entender a si mesma, entender o que fez de errado e como ela não precisa se comportar no caso de uma briga desagradável com o sujeito.

Prepare-se para uma onda positiva

No último estágio, os psicólogos aconselham o uso do método de visualização. Você precisa pensar no bem, imaginar cenas de uma vida feliz juntos, desenhar imagens de se divertir com seu cônjuge e pensar no resultado bem-sucedido da briga.

A prática mostra que quanto mais uma pessoa pensa em sua vida de uma maneira positiva, melhor ele desenvolve relações com outras pessoas e as coisas pioram.

Qual deve ser a conversa depois de uma briga

Depois de uma briga com o marido, a esposa precisa ser muito discreta. Dicas eficazes a ajudarão a sintonizar a onda desejada:

  1. A menina deve ouvir atentamente a posição do homem, sem interromper ou comentar. É necessário deixá-lo falar até o fim.
  2. É aconselhável desligar a TV, o rádio e o som em telefones celulares. Nada deve distrair as pessoas de uma conversa séria.
  3. A esposa precisa se lembrar de respeito e senso de tato.
  4. Durante a conversa, você não deve apenas ouvir o seu cônjuge, mas ser capaz de ouvir e entender seus argumentos e motivos.
  5. Não importa quão ridículos sejam os argumentos do cônjuge, é recomendável conter o riso e manter uma expressão calma, caso contrário todos os esforços serão desperdiçados.

Não culpe o cônjuge novamente, mesmo que ele seja o culpado. Novas acusações apenas irritarão o parceiro, levando ao próximo ato de briga.

Em que casos vale a pena romper o relacionamento com um homem

Após o próximo esclarecimento do relacionamento, a mulher não pensa mais em como se comportar melhor depois de uma briga ofensiva com o marido, especialmente se ele é o culpado. Mais e mais pensamentos de separação aparecem em sua cabeça. Os psicólogos não aconselham a tomar decisões com pressa, mas há casos que podem ser resolvidos apenas pelo divórcio:

  1. Se o marido bater. O hábito de resolver mal-entendidos com os punhos é inerente a homens fracos que são incapazes de entender uma mulher. A esposa deve pensar cuidadosamente se precisa do amor de um parceiro assim.
  2. Um homem depende de álcool, drogas ou jogos de azar – esse é um bom motivo para a separação. Somente pessoas fortes são capazes de reconhecer seus vícios e superá-los. O desejo de uma mulher por si só não será suficiente.
  3. O cara está traindo sistematicamente. Se a menina amada não é suficiente para ele, ele constantemente busca consolo ao lado, então é melhor se separar do mulherengo o mais rápido possível do que se atormentar com ciúmes.

Se a esposa e o marido brigaram um pouco, então você não deve levar o assunto ao divórcio. É melhor se acalmar, ouvir um ao outro e discutir a situação. Freqüentemente surgem conflitos – essa é uma ocasião para visitar um psicólogo de família que lhe dirá como resolver brigas crescentes em cada caso e ajudará a se livrar completamente do hábito de escândalo do zero.

Fontes:

Psych Central.com
Psychology Today
Very Well Mind
Helpguide

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *