mulher sendo consolada
Família

Crise da meia-idade em mulheres

Mais recentemente, as mulheres não pensaram em uma crise de meia idade e não associaram mudanças em seu comportamento. Acreditava-se que ações absurdas e pensamentos sombrios são peculiares apenas aos homens. Mas, como se viu, as mulheres também são propensas a crises.

O que dizem os psicólogos

A crise de meia-idade nas mulheres e nos homens está associada a um problema interno, caracterizado pela perda do sentido da vida. Uma pessoa cai em um estado em que sua personalidade deixa de funcionar como antes. 

Os padrões usuais de comportamento param de funcionar e trazem satisfação. A crise está associada a uma reavaliação de todos os valores, que ocorre como resultado do acúmulo de experiências de vida e novas perspectivas de vida. Por via de regra, este período cai em 30-40 anos. Naturalmente, um desvio para cima ou para baixo é perfeitamente aceitável. Essa condição é muito semelhante à vivida por um adolescente na puberdade.

Mas a crise da meia-idade é diferente, uma vez que a mulher precisa abandoná-la sozinha e ninguém pode dar conselhos práticos, como na juventude. De fato, ninguém se importa com as experiências femininas: os pais são velhos ou não estão mais neste mundo, os filhos estão ocupados com seus problemas, um homem considera tudo isso um capricho. 

As mulheres não têm escolha a não ser se rebelar dentro de si mesmas e com as próprias mãos para sair desse pântano.

Características da crise de meia idade em mulheres

O andamento da crise de meia-idade nas mulheres depende de quais são as prioridades até agora. Se o objetivo principal é proporcionar conforto ao marido e aos filhos, a depressão pode cobrir quando os filhos não precisam mais de cuidados e cuidados constantes. O divórcio também pode causar uma reavaliação da vida e um incentivo para mudar da maneira usual.

Moça analisando o rosto
Moça analisando o rosto

Se uma mulher está dividida entre trabalho e família, ela se avalia de duas maneiras. Naturalmente, é assim que ela é mais crítica consigo mesma, porque é muito difícil gerenciar tudo. Portanto, a barra é muito alta e é bastante difícil segurá-la.

Como mostra a prática, é mais difícil para as mulheres que não têm filhos sobreviver à crise. Eles estão preocupados com a obsessão de terem vivido uma vida em vão. Além disso, algumas deficiências podem ser justificadas pelas crianças: todo o meu tempo livre foi gasto em educação e cuidados, e não havia mais forças para me engajar em minha própria vida.

Como começa a crise?

Os psicólogos acreditam que as crises relacionadas à idade nas mulheres são um fenômeno bastante sério, portanto, prestam muita atenção ao problema. Os especialistas estão procurando maneiras de sair da depressão e estão desenvolvendo um tratamento abrangente. Isso se deve ao entendimento de que, como a psique emite sinais, significa que é necessário responder a eles em tempo hábil e não ignorar o problema.

Sintomas de alterações relacionadas à idade na psique

Existem sinais básicos pelos quais uma mulher pode entender que precisa de tempo para si mesma. Para determinar se há uma crise de meia idade nas mulheres, os sintomas devem ser considerados em combinação:

  • Relutância em fazer qualquer coisa, tédio.
  • Mudança de parceiro ou inconsistência em um relacionamento.
  • O desejo de mudar de emprego.
  • Mudanças de humor irracionais, desespero intenso dão lugar a diversão desmotivada.
  • Ansiedade e depressão constantes.
  • Propensão a pensamentos e ações autodescaváveis ​​e depreciativos.
  • Tentativas de mudar radicalmente sua vida, da aparência à residência.

Se os sintomas são observados separadamente, é muito cedo para dizer que se trata de uma crise feminina na meia-idade. Mas quando os sinais estiverem presentes no conjunto, você deve ser cauteloso e refletir. A depressão deprimida pode afetar negativamente todas as áreas da vida, não tendo o melhor efeito nas relações com o marido, filhos, colegas e outras pessoas.

É quase impossível dizer inequivocamente o que causa uma crise de meia idade nas mulheres. Mas os especialistas identificam uma série de fatores básicos que podem provocar um fenômeno semelhante.

mulher se sentindo enjaulada
mulher se sentindo enjaulada

Muitas vezes acontece que as mulheres se esforçam principalmente para realizar-se no trabalho e esquecer sua principal missão – ser mãe. Às vezes, eles são tão obcecados com o desejo de dar à luz que todas as outras cores da vida para eles simplesmente desaparecem. 

Essa ideia de fixação levará à depressão e a uma profunda crise após algum tempo. Há apenas uma maneira de sair dessa situação: a mulher precisa dar à luz e, em seguida, terá um senso de vida e um desejo de desfrutar todos os dias.

Carreira e auto-realização

A crise da idade nas mulheres associada ao seu trabalho e auto-realização lembra muito a depressão masculina. A agitação constante, a corrida e a falta de tempo catastrófica levam a um clima sombrio e causam estresse. 

Se nada for feito, a depressão não o fará esperar. Para evitar esse resultado, você precisa diversificar seu lazer: você pode dançar ou aprender a bordar. A ocupação pode ser absolutamente qualquer, a principal coisa – deve trazer prazer e alegria.

Problemas de dona de casa

Uma dona de casa que dedicou metade de sua vida ao marido e aos filhos, entre 30 e 40 anos, corre o risco de saber em primeira mão o que são as mulheres de meia idade. Seus complexos estão ligados ao fato de que ela não foi capaz de alcançar o sucesso e ser realizada na profissão. 

A insegurança torna uma mulher completamente dependente da família, o que causa seu sofrimento. Isso pode se manifestar na luta por atenção à sua pessoa, escolha frequente de ninharias e vários requisitos irracionais. Às vezes, uma mulher pode até ficar doente. A melhor maneira é encontrar um emprego que seja divertido.

As relações com o marido durante esse período geralmente param e a família perde seu valor anterior. Para evitar isso, você precisa perceber que o cônjuge também pode ter experiências e problemas, que é uma pessoa separada que também precisa de compreensão e simpatia. A família é um trabalho diário e, se for feito com prazer, o resultado não tardará a chegar.

As mulheres são muito sensíveis a quaisquer manifestações externas de sua idade. Uma nova ruga ou cabelos grisalhos pode arruinar seu humor por um longo tempo. As mudanças naturais que ocorrem no corpo são difíceis de corrigir, para que as mulheres caiam em desespero.

As mulheres que estão acostumadas a estar no centro da atenção masculina e despertam admiração são especialmente agudas para mudanças relacionadas à idade. E eles não têm escolha a não ser aprender a ser atraentes nos 40 e 60 anos. Para conseguir isso, roupas e maquiagem para jovens não serão suficientes. 

Você precisa irradiar confiança interior em sua irresistibilidade e se amar em qualquer idade. Não há necessidade de competir com meninas de 20 anos, às vezes uma mulher experiente parece muito mais sexy.

Uma mulher deve perceber que agora ela está à beira de uma nova vida; portanto, todos os horizontes estão abertos para ela, apenas encontre seu caminho. Muitas vezes, as pessoas perdem tempo construindo castelos no ar.

mulher sentada sofrendo
mulher sentada sofrendo

Nessa idade, as mulheres experimentam mudanças hormonais, as quais, obviamente, acarretam mudanças dramáticas no humor. Você não precisa ceder às emoções e apresentar os problemas que realmente não existem. 

As mulheres tendem a exagerar e se enrolar. Mas isso não levará a nada de bom, apenas provocará novo estresse. Não há necessidade de se comparar com outras pessoas e namoradas, é importante trabalhar consigo mesmo e mudar sua atitude consigo mesmo.

Ao procurar formas de sair da crise, não esqueça que há tempo para pensar e há tempo para fazê-lo. Talvez agora seja melhor ficar quieto e ficar sozinho consigo mesmo sem tomar nenhuma atitude. 

Nesse momento, a falta de atenção e o vazio podem estar presentes, portanto, tomar decisões adequadamente é muito difícil. Durante a crise, é realizado um trabalho interno, o que não é menos importante.

O período de transição não pode durar muito, mais cedo ou mais tarde terminará. Mas não confunda a crise com a depressão, que nem sempre desaparece sozinha. Nesse caso, você pode precisar da ajuda de especialistas. Depois que o ponto de inflexão termina, a mulher sente alívio e uma onda de força por novas conquistas.

Para permanecer jovem e cheio de energia por mais tempo, você precisa repensar sua dieta e hábitos. Produtos úteis ajudarão você a se sentir ativo e alegre, encher o corpo de força. 

Manter a juventude psicológica o maior tempo possível é muito importante. Então o interesse pela vida não desaparecerá, e as pequenas coisas cotidianas trarão alegria. A dieta deve ser preenchida com vegetais verdes e amarelos, cereais e legumes.

O exercício diário é uma ótima maneira de animar e distrair os problemas. Além disso, isso terá um efeito benéfico na aparência: os músculos se contraem e os depósitos de gordura começam a desaparecer. 

Para permanecer saudável por mais tempo, você deve limitar alimentos gordurosos, álcool, parar de fumar e não comer demais. Essas etapas ajudarão você a descobrir como sobreviver facilmente a uma crise de meia idade.

Comunicação com entes queridos

O momento decisivo permite avaliar os últimos anos já da perspectiva da experiência adquirida e resumir suas ações. Dependendo do veredicto que uma mulher fará, é possível fazer ajustes na vida ou mudar radicalmente a maneira usual.

É perigoso experimentar uma crise de meia-idade apenas nas mulheres. Não se troque, é melhor compartilhar experiências com seus entes queridos. Mesmo que não possam dar conselhos práticos, a tristeza será dissipada e o problema não parecerá tão terrível.

Para lidar com o estresse com sucesso, você precisa entender o que é uma crise de meia idade nas mulheres. Se a alteração de sua condição for muito difícil, entre em contato com um especialista.

 Seminários e treinamentos temáticos ajudam muito. Lá eles ensinarão a uma mulher como resolver problemas complexos e estabelecer novos objetivos, como encontrar a paz e recarregar suas baterias. Esses treinamentos ajudarão você a ser feliz e encontrar seu chamado na vida.

Que problemas uma mulher pode enfrentar aos 40 anos?

A crise de 40 anos para as mulheres lhes dá a oportunidade de pensar em suas vidas, avaliar como elas conseguiram realizar seus desejos e quais metas devem ser definidas para o futuro próximo. Certamente toda mulher tem algo do que se orgulhar, há algo a melhorar e há algo que precisa ser completamente eliminado.

Se sentimentos de vergonha, culpa e tristeza associados a esperanças não cumpridas forem fortes o suficiente, os especialistas aconselham dedicar tempo e chorar. Depois de lamentar as oportunidades perdidas, o negativo se espalhará e será possível estabelecer metas com vigor renovado.

Não se concentre no que não se tornou realidade. É melhor se elogiar pelo que fez. É preciso entender que nem todos os sonhos se tornam realidade e, às vezes, a vida não funciona como você gostaria na infância.

Para que as crises relacionadas à idade nas mulheres sejam menos dolorosas, não se julgue muito severamente. As pessoas geralmente querem fazer tudo no mais alto escalão, mas isso nem sempre funciona. É muito importante priorizar e enfatizar corretamente para observar não apenas falhas, mas também vitórias. Uma crise sempre implica uma reestruturação da personalidade; portanto, você deve ter mais cuidado com o que a voz interior sussurra.

50 anos de ponto de inflexão

A crise de 50 anos nas mulheres pode se manifestar de uma maneira um pouco diferente do que em 30-40 anos. A mulher já está acostumada com seu novo corpo, resigna-se ao fato de que mudanças relacionadas à idade são inevitáveis ​​e a menopausa é um dado adquirido. 

Nesse período, os especialistas chamam de “nova identidade”. Segundo as estatísticas, nessa idade, uma mulher pode trair o marido ou cometer outro ato que pode arruinar sua vida. Para evitar problemas, lembre-se sempre de que a estupidez passageira não vale a pena atravessar todas as conquistas. Você precisa aprender a apreciar o que é e lutar pelo melhor, sem destruir o seu passado.

Uma crise pode ser evitada?

Algumas mulheres conseguem evitar uma crise, mas essa é a exceção. Em um estágio crucial da vida, é necessário encontrar vantagens: se você analisar corretamente as circunstâncias, poderá mudar sua vida para melhor e preenchê-la com um novo significado.

Os psicólogos argumentam que quanto mais difícil a crise, maior o salto pessoal que uma mulher pode dar. O principal é não ter medo de mudanças e esperar com otimismo.

Fontes:

Psych Central.com
Psychology Today
Very Well Mind
Helpguide

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *