Mulher insatisfeita com o marido
Família

Meu marido me ofendeu – O que fazer?

O ressentimento na família é um fenômeno comum que precisa ser descartado a tempo. Na maioria das vezes há ressentimento contra o marido, mas às vezes não há boas razões para ela. Uma mulher quer mais atenção, entendimento mútuo, namoro e outros sinais, mas nem sempre o cônjuge os fornece. Os psicólogos dizem que o ressentimento é um sentimento negativo que estraga o relacionamento. Eles dão recomendações úteis para ajudar a se livrar dele.

O que é um rancor

O ressentimento é o acúmulo de energia negativa em relação a uma determinada pessoa, que gradualmente destrói por dentro. Quanto mais séria a razão, mais difícil é se livrar de um sentimento negativo, mudar para momentos positivos, relaxar e abandonar a situação.

Cada pessoa tem seu próprio nível de ressentimento e pontos sensíveis individuais. Na maioria das vezes, somos ofendidos por nosso próprio povo que não atende às nossas expectativas e comete atos inaceitáveis.

Muitas vezes, existem queixas contra um marido que, em suas próprias palavras ou comportamento, ofende o orgulho de sua esposa.

Por que as queixas precisam se alegrar

Do ponto de vista psicológico, o ressentimento é uma zona de crescimento do subconsciente interno. Uma pessoa muitas vezes é ofendida pela verdade, isso confirma que aceita tais críticas e concorda com elas. Se o marido disse que você está acima do peso, e essa maquiagem parece desafiadora, ressentimento é um sinal de concordância com ele.

As mulheres podem ser ofendidas regularmente pelo marido, mas você precisa entender o que fazer nessa situação. Primeiro, determine por si mesmo se você está pronto para aceitar críticas, se pode mudar para não brigar. As decepções ajudam a pessoa a seguir em frente, mudar para melhor e melhorar a si mesma. Trabalhe em si mesmo, concentre-se nas qualidades que mais o criticam. Você logo notará que isso apenas o beneficiou.

Como perdoar e liberar aborrecimento: 5 passos

Toda mulher deve saber como perdoar um insulto ao seu amado marido, deixar de lado a situação e não estragar o relacionamento por causa de insignificâncias. Existem 5 métodos psicológicos comprovados que permitem entender as causas do aborrecimento e se livrar deles facilmente, sem criar dificuldades ou o perigo de quebras.

O que fazer se você é ofendido por seu marido, precisa entender em detalhes. O ressentimento é uma emoção destrutiva. Ao mantê-lo dentro por um longo tempo, você destrói sua energia, ajuda o negativo a afetar sua vida. Se você não sabe lidar com um forte ressentimento contra seu marido, confira as 5 etapas básicas abaixo.

Etapa 1: ofensas na lista negra

Muitas meninas não sabem guardar rancor contra o marido e continuam a viver em alegria e amor. Há um bom truque psicológico que exigirá papel e caneta.

No topo da folha, você precisa escrever o nome do marido. Vale a pena descrever em detalhes cada causa que provoca emoções destrutivas. Ao listá-los, você pode determinar por si mesmo que alguns deles não têm valor para acumular negativos por um longo tempo.

Em sua prática, os psicólogos encontram situações em que as mulheres se ofendem com seus homens com um objetivo específico – obter atenção e carinho. Esse comportamento é estabelecido no nível subconsciente desde a infância e, na idade adulta, às vezes se faz sentir. Se você está acostumado a lhe dar presentes depois de fingir estar ofendido, isso é uma manipulação de um ente querido. Você precisa se livrar dele, se necessário recorrendo a psicólogos para obter ajuda.

Etapa 2: Último ressentimento

Se você não sabe como não se sentir ofendido por seu amado marido, use um exercício simples. Para fazer isso, você também precisa pegar um pedaço de papel e escrever uma carta ao seu ofensor. É necessário expressar todos os seus pensamentos negativos, sentimentos, sentimentos que interferem em uma vida tranquila. Expressando sua raiva e ódio, você sentirá novamente as emoções que surgiram no momento do aborrecimento.

Tente descrever em detalhes todos os sentimentos, sentimentos, descontentamento. Lembre-se daquele dia, em todas as suas cores, determine com que palavras ou opiniões você ficou mais chateado, que fez você ficar triste e despertou emoções negativas. Essa técnica psicológica permitirá que você sinta a experiência novamente e entenda que esse é o passado, que agora não tem valor.

Sendo capaz de analisar cada situação e entender que o aborrecimento é uma emoção temporária que não afeta positivamente os relacionamentos, você entenderá como é mais fácil sobreviver a um insulto ao marido sem usá-lo por um longo tempo. Lembrando-se de todas as decepções, você se despedirá para sempre, tendo experimentado emoções negativas pela última vez.

Etapa 3: assumir a responsabilidade

Se você pensa em deixar de ser ofendido por seu marido, deve se familiarizar com esse ponto. O ressentimento é uma escolha consciente de toda pessoa que concorda com as críticas e está pronta por muito tempo para acumular emoções negativas em si mesma. Os psicólogos dizem que o nível de aborrecimento para pessoas diferentes na mesma situação será diferente, porque todos decidem quanta energia negativa será deixada em sua vida.

Certamente todo mundo percebeu situações em que as pessoas podem não reagir às críticas. São indivíduos com uma forte posição na vida que conscientemente não deixam decepção em suas vidas. Será difícil aprender isso em um instante, então trabalhe com seus sentimentos. Se você não pode perdoar seu marido, assumiu uma posição tão clara. Nesse caso, até o conselho de psicólogos será inútil, porque o problema está em você.

Quando você receber um comentário ou descontentamento, não se apresse em mostrar emoções negativas, fique com raiva. Apenas faça uma pausa mental, analise a situação, entenda se as palavras do ofensor realmente o machucaram tanto.

Assuma a responsabilidade pelo seu desgosto, entenda que esse sentimento negativo estará presente apenas dentro de você, selecionando emoções positivas e bom humor. Não há diferença fundamental para o ofensor: como você reagiu às palavras ou ações dele, ele não deixa entrar pensamentos negativos relacionados a você. Ao aprender a controlar suas emoções, você deixará de acumular ressentimentos e as perdoará imediatamente.

Etapa 4: desculpe e deixe ir

Acumular decepção dentro de si mesmo não é a melhor escolha para uma mulher, destruindo-a gradualmente por dentro. Se você tem ressentimento contra seu ex ou marido atual, responda a si mesmo a pergunta: “O que isso me dá?” Além da dor, decepção e emoções negativas, a parte ofendida não recebe nada.

Descreva o insulto ao marido em um pedaço de papel, referindo-se diretamente a ele. Limpe a alma, converse com ele mentalmente, discuta todos os momentos que o incomodam. Após essa confissão, você perceberá que toda a negatividade está gradualmente se espalhando; portanto, não há necessidade de manter a irritação na alma e no coração.

Acumular decepções ou abandoná-las também é a escolha de todas as pessoas. Se você deseja começar uma nova vida, recarregue com emoções positivas, livre-se das negativas passadas, deixe a situação de lado. Depois disso, você perceberá como é fácil e agradável viver novamente, olhando apenas para o futuro.

Etapa 5: exercício âncora

Se você não sabe perdoar seu marido por um ato feio, use o exercício âncora. Muitas vezes, as mulheres dizem que querem perdoar o marido, mas não podem fazê-lo por causa de uma barreira interna. Aqui você também precisa usar técnicas psicológicas que, com o tempo, se livrarão permanentemente do aborrecimento.

Se ela é lembrada com mais e mais frequência, faz com que ela volte ao passado, preste atenção ao exercício da âncora. Lembre-se de todas as palavras e ações ofensivas que você não pode esquecer. Imagine como seu marido pede perdão, usa palavras afetuosas, implora para perdoá-lo.

A cada vez, essas representações da situação ofuscarão gradualmente o ressentimento e a raiva, devolvendo harmonia ao seu relacionamento.

Estudo profundo de aborrecimento

Para este estudo, você precisará da ajuda de um psicólogo ou de um bom interlocutor que possa dar os conselhos necessários, ouvir, ajudar a tomar uma decisão. Cada pessoa deve ter notado que, quanto mais você fala sobre suas queixas, dores e sentimentos, menos pronunciadas elas se tornam.

Tente se livrar do seu ressentimento, conte a seus amigos ou parentes sobre isso ou procure um psicólogo. Após essa confissão, você notará que não está mais ofendido pelo seu cônjuge.

Conselho dos psicólogos

Se você quiser aprender a lidar com queixas, leia os conselhos dos psicólogos de que você precisa se lembrar o tempo todo:

  1. Lembre-se de sua dignidade, não deixe que o ressentimento se estabeleça em seus pensamentos.
  2. O ressentimento não trará nada além de emoções negativas.
  3. Carregue com emoções positivas.
  4. Alivie o estresse com suas atividades favoritas.
  5. Fale mais com pessoas positivas.
  6. Fale todos os pontos negativos.

Cada pessoa decide se deve guardar rancor contra ela ou se deve deixá-la imediatamente. Organize com o seu subconsciente para responder de forma fácil e rápida ao agressor, sem deixá-lo entrar em seus pensamentos.

Fontes:

Psych Central.com
Psychology Today
Very Well Mind
Helpguide

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *